13 de agosto

O CONSUMIDOR ATUAL PROCURA POR EMPRESAS COM RESPONSABILIDADE AMBIENTAL

Empresas que focam na responsabilidade ambiental têm conseguido os melhores resultados nos últimos anos. Aqui vamos te explicar o porquê disso, e quais são os critérios que definem esse formato empresarial.

Negócios que consideram o futuro do planeta, têm se consolidado nos diferentes mercados. Atitudes ditas como sustentáveis, atraem cada vez mais o olhar dos consumidores. Eles querem ter certeza que estão comprando produtos de empresas que ajudam a preservar o meio ambiente.

Muitas pesquisas que analisam o mercador consumidor brasileiro, apontam que quase 70% da população não compram produtos de empresas que degradam a natureza. O interessante é que esse novo hábito se espalha pelas diferentes classes sociais no país.

 

 

O comportamento de uma empresa verde

É um termo bastante comum nesse novo cenário “empresa verde”, e existem alguns fatores que ajudam a determinar essa adjetivação.

Vejamos os principais:

– Tem uma política para destinação de resíduos sólidos

– Investe no bem-estar dos seus funcionários

– Tem políticas internas para redução de papel e outros materiais

– Reutilização

– Não degradar

São ações básicas para uma empresa conseguir atender os novos desejos do consumidor, e se intitular “amiga do ambiente”. É importante ressaltar, que essa nova versão de negócio não se limita apenas ao lado material. Oferecer condições de trabalho saudáveis para os funcionários, também é fundamental para alguns certificados verdes, por exemplo.

 

 

Práticas positivas para se tornar uma empresa verde

Algumas práticas já são consideradas pioneiras, e bem aceitas pelo público. O destaque fica para:

– Logística reversa – seguindo o exemplo vitorioso da indústria de bebidas, muitas empresas têm usado a logística reversa para ganhar o status de amiga do ambiente. O trabalho consiste em vender produtos retornáveis, ou a marca se disponibiliza a coletar os resíduos das embalagens de suas mercadorias.

– Sacolas plásticas ecológicas – estabelecimentos como supermercados, lojas de roupas, etc. têm preferido usar sacolas que são rapidamente absorvidas pela natureza (biodegradáveis). Assim atendem aos clientes que se preocupam com o descarte das sacolas.

– Parcerias com cooperativas de reciclagem – uma das práticas interessantes é a parceria com cooperativas de reciclagem, que além de dar o destino certo para o lixo, auxilia várias famílias a gerarem renda.

– Compensação ambiental – adotar uma área verde, arborizar locais públicos, ou reflorestar áreas devastadas… São algumas das ações que entram nessa categoria.

É certo que empresas médias ou de pequeno porte terão algumas limitações para determinados projetos. Mas, isso não quer dizer que não podem adotar boas práticas. Sem essas ações, ficará difícil expandir o negócio, considerando que nesse novo mundo, os consumidores escolhem por empresas que cuidam e preservam o planeta.

 

 

 

Voltar